tutorial

Caros amigos, é simples localizar uma melodia aqui no blog, basta ir no box "pesquisar no blog" e escrever o parametro da pesquisa, seja o numero do salmo, ou uma frase, ou a data logo abaixo da janelinha do Facebook (aliás, visite minha página, mande um convite ou seja um seguidor). Você também encontrará as melodias nos arquivos do blog, onde são disponibilizadas por ordem de data cronologicamente. Você ainda tem a opção de receber as melodias novas no seu Email, basta cadastrá-lo no box "siga-nos em seu Email". Se você usar a melodia do blog, por favor, deixe um comentário com sua cidade e paróquia. Espero ajudar, boa Missa à todos.

Aos Salmistas...

Para cantar a ti, meu Senhor Jesus, quem me dera ter olhos de águia, coração de criança e uma língua polida pelo silêncio!
Frei Ignácio de Larrañaga

Ouça a radio cantesalmos

Ouça a rádio cantesalmos - para uma melhor navegação, click no link a seguir com o botão direito e escolha "abrir em uma nova guia"

Atalho do Facebook

pesquise no blog

Carregando...

siga-nos em seu email

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

salmo 77, 14 de agosto 2014 (14/08/2014)

Neste salmo vemos que não devemos nos afastar dos desígnios do Senhor. Temos nosso livre arbítrio e não podemos culpar  Deus das consequências de nossos atos, quando não queremos ouvir Sua palavra e obedecer Seus ensinamentos. 





Leandro - Melodia, voz solo e violão
Marlene - Backing

DSCN0435


G              Bm          C                    D
 Das obras do Senhor não se esqueçam.
G              Bm          C               D    G   D7
 Das obras do Senhor não se esqueçam.


G                              Bm           C        D
Mesmo assim, eles tentaram o altíssimo, 
Em                        Bm                 C       D
recusando-se a guardar os seus preceitos. 
G                                   Bm             C       D
Como seus pais, se transviaram, e o traíram 
Em                           Bm C                D
como um arco enganador que volta atrás.   (R)

Irritaram-no com seus lugares altos, 
provocaram-lhe o ciúme com seus ídolos. 
Deus ouviu e enfureceu-se contra eles, 
e repeliu com violência a Israel.   (R) 

Entregou a sua arca ao cativeiro, 
e às mãos do inimigo a sua glória; 
fez perecer seu povo eleito pela espada, 
e contra a sua herança enfureceu-se.   (R)

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

salmo 112, 13 de agosto 2014 (13/08/2014)

Neste salmo vemos que Deus não faz distinção de Seus filhos, somos todos iguais perante Seus olhos e nos sentaremos ao redor de Sua mesa como nos foi prometido.



 *melodia inspirada em musica do www.portaldamusicacatolica.


Vilza - Voz  
Leandro - Voz e violão
IMAG0063
Vilza

100_6374 
Leandro  

C                  G/B            F   G
A glória do Senhor vai além 
C   G/B                  F     G
    além dos altos céus.

Am         Em                 F
Louvai, louvai, ó servos do Senhor, 
Am          Em           F          G
louvai, louvai o nome do Senhor! 
Dm         C/E           F        C/E
Bendito seja o nome do Senhor 
Dm              C/E               Bb      G
agora e por toda a eternidade!    


Do nascer do sol até o seu ocaso,
louvado seja o nome do Senhor!
O Senhor está acima das nações,
sua glória vai além dos altos céus. (R)

Quem pode comparar-se ao nosso Deus,
ao Senhor, que no alto céu tem o seu trono
e se inclina para olhar o céu e a terra? (R)

domingo, 10 de agosto de 2014

salmo 84, 10 de agosto 2014 (10/08/2014)

Ao chegar do exílio, o povo se defronta com graves dificuldades: organizar a comunidade, restabelecer o culto, reconstruir o Templo, sanar sérios problemas sociais. O plano de restauração, portanto, é ainda uma grande aspiração. 


Salmo entoado por Vilza Mazeto, da paroquia Sagrado Coração de Jesus em São João da Boa Vista, SP





*para extrair o mp3 deste video, sugiro http://www.youtube-mp3.org/pt

F                                      G/F                 C G/B Am      
  —Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade,/ 
       Dm7             Gsus                 C
e a vossa salvação nos concedei!
F                                      G/F                 Em   Am7 
  —Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade,/ 
      Dm7              G                   C/G 
e a vossa salvação nos concedei!



                C                      F            C
 Quero ouvir o que o Senhor irá falar:/
        C                F             G
é a paz que ele vai anunciar./
F                             G                      C  G/B  Am 
Está    perto a salvação dos que o temem,/
       Dm7            F                     Gsus  C/E   
e a glória habitará em nossa terra.



            C                F                   C
 A verdade e o amor se encontrarão,/
        C             F                 G
a justiça e a paz se abraçarão;/
F                   G           C  G/B  Am 
da terra brotará a fidelidade,/
       Dm7         F              Gsus  C/E   
e a justiça olhará dos altos céus.




            C                  F                  C
O Senhor nos dará tudo o que é bom,/
                  C                F                G
e a nossa terra nos dará suas colheitas;/
F                     G           C  G/B  Am 
a justiça andará na sua frente/

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

salmo 96, 06 de agosto 2014 (06/08/2014)

No culto, o povo celebra as manifestações de Deus na história, intervindo para fazer justiça. Diante do Deus que faz justiça, os idólatras se envergonham e o povo de Deus se alegra, pois, à medida que age, Deus desmente os ídolos das nações.





* Musica pertencente ao CD Festas Liturgicas IV do Grupo Palestrina da Arquidiocese de Curitiba, PR

                Gm    Bb    F                   Bb          C       F                        
— Deus é Rei, é o Altíssimo,/ muito acima do universo. 
               Gm    Bb     F                  Bb           C       F 
— Deus é Rei, é o Altíssimo,/ muito acima do universo. 


                                   C                F
— Deus é Rei! Exulte a terra de alegria,/ 
             Dm                    C
e as ilhas numerosas rejubilem!/ 
            Gm                 Dm            G
Treva e nuvem o rodeiam no seu trono,/ 
                             C              F
que se apóia na justiça e no direito.


— As montanhas se derretem como cera/ 
ante a face do Senhor de toda a terra;/ 
e assim proclama o céu sua justiça,/ 
todos os povos podem ver a sua glória. 


— Porque vós sois o Altíssimo, Senhor,/ 
muito acima do universo que criastes,/ 
e de muito superais todos os deuses

domingo, 3 de agosto de 2014

salmo 144, 03 de agosto 2014 (03/08/2014)

Deus completa em todos os sentidos àqueles que o invocam.

*melodia disponibilizada por www.cancaonova.com, com interpretação de Juliana de Paula, missionaria da Comunidade Canção Nova.



                C              D/C        Bm7              Em7
— Vós abris a vossa mão e saciais os vossos filhos.
              Am7             G/B    C   D                G
— Vós abris a vossa mão e saciais os vossos filhos.


                G                                Cm/G  
— Misericórdia e piedade é o Senhor,/
          G/B         Em7              Am     Dsus
ele é amor, é paciência, é compaixão./
         Em7           Em/D               C      G/B 
O Senhor é muito bom para com todos,/
          Am7            G/B       D4    D
sua ternura abraça toda criatura.


— Todos os olhos, ó Senhor, em vós esperam/
e vós lhes dais no tempo certo o alimento;/
vós abris a vossa mão prodigamente/
e saciais todo ser vivo com fartura.

— É justo o Senhor em seus caminhos,/
é santo em toda obra que ele faz./
Ele está perto da pessoa que o invoca,/
de todo aquele que o invoca lealmente

sábado, 2 de agosto de 2014

salmo 68, 02 de agosto 2014 (02/08/2014)

 Este salmo nos mostra que não tendo mais a quem recorrer, nada podendo fazer, e, não tendo ninguém que o defenda, o salmista recorre a Deus numa espécie de desafio: que ele dê provas de seu amor e fidelidade. 





Leandro - melodia, violão e backing
Vilza - voz solo

IMAG0063
Vilza

100_6374 
Leandro  


C                    G               F                 C
No tempo favorável, escutai-me, ó Senhor!
Am                 G              F                  G
No tempo favorável, escutai-me, ó Senhor!


C     G/B              F                    C
Retirai-me deste lodo, pois me afundo!
Am    F                  G
Libertai-me, ó Senhor, dos que me odeiam,
C       G/B               F                  C
e salvai-me destas águas tão profundas!
Am       F            G
Que as águas turbulentas não me arrastem,
C       G/B                  F               C
não me devorem violentos turbilhões,
Am     F                   G
nem a cova feche a boca sobre mim!    (R)



Pobre de mim, sou infeliz e sofredor!
Que vosso auxílio me levante, Senhor Deus!
Cantando eu louvarei o vosso nome
e agradecido exultarei de alegria!   (R)


Humildes, vede isto e alegrai-vos:
o vosso coração reviverá,
se procurardes o Senhor continuamente!
Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres,
e não despreza o clamor de seus cativos.  (R)

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

salmo 68, 01 de agosto 2014 (01/08/2014)

Este salmo nos mostra que: não tendo mais a quem recorrer, a pessoa suplica a Deus, que é o refúgio dos necessitados. Quando o pobre e o fraco são libertos, também os outros se alegram e se encorajam, descobrindo que Deus está aliado com eles. Essa é a maior glória para Deus.





arali - backing
marco poeta - melodia, violão e backing
cintia - backing
leandro leoncio - guitarra
leandro - voz, baixo e programação

IMAG0053 IMAG0066
Arali                                                      Leoncio

100_7474 100_7473
Cintia                                                    Marco

DSCN0443
Leandro


G                          Bm          C                 D
Respondei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor!
           C              G           D7                  G
Respondei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor!

C                                         Em
Mais numerosos que os cabelos da cabeça,
C                                            Em
são aqueles que me odeiam sem motivo; 
C                                            Em
meus inimigos são mais fortes do que eu; 
C                        Em              D
contra mim eles se voltam com mentiras!
C                           Em
Por acaso poderei restituir
C                        Em              D
alguma coisa que de outros não roubei?


Por vossa causa é que sofri tantos insultos, 
e o meu rosto se cobriu de confusão; 
eu me tornei como um estranho a meus irmãos, 
como estrangeiro para os filhos de minha mãe. 


Pois meu zelo e meu amor por vossa casa 
me devoram como fogo abrasador; 
e os insultos de infiéis que vos ultrajam 
recaíram todos eles sobre mim!   

Por isso elevo para vós minha oração, 
neste tempo favorável, Senhor Deus! 
Respondei-me pelo vosso imenso amor,
 pela vossa salvação que nunca falha!